18/12/2013

Fui enganado no meu parto!

Boa noite...iria escrever este post amanhã,mas não aguentei minha chateação...
Bom cada mãe escolhe o que é melhor para ela e para o bebê...ou somente o que é bom pra ela...ou somente o que é bom para o bebê...
Pois bem,eu sempre sonhei com um lindo parto normal comigo gritando de dor pra tirar minha filha dentro de mim e se o médico falasse a famosa frase:NA HORA DE FAZER NÃO GRITOU NÉ...e eu respondendo:GRITEI SIM DR EU ADORO GEMER ALTO,AGORA FAZ MEU PARTO AI QUE É TUA OBRIGAÇÃO (sim sou barraqueira e tinha discurso pronto se caso acontecesse essa violência obstétrica)...Mas que então com umas 35 semanas e meia descubro que estou com placenta grau III,calcificada,envelhecida a 2 semanas a mais de gestação...então bora a GO vir com um discurso lindo de que eu deveria pensar em minha filha para ela não entrar em sofrimento fetal...Ela me explicou mil coisas e tudo que eu ouvi eu fui pesquisar e realmente o diagnostico era um PC com no máximo 39 semanas...conversei até com o anestesista que era meu medico de infância e até mesmo ele disse que deveria fazer o PC...
Chorei muito mais muito mesmo,até mesmo minha mãe me disse que eu era uma boba,uma índia e blablabla...mas eu queria que minha filha nascesse na hora dela...Não queria ter uma data bonitinha (apesar que tive...ela nasceu no dia que fiz 10 anos de relacionamento...aproveitei que a médica me deu esse dia de escolha)não queria fazer escova,estar com cara de top model pras fotos...eu queria que Sofia viesse ao mundo no dia,hora e momento que ela escolhesse...
Ok acreditei fielmente que estava fazendo o melhor para minha filha,até hoje não me conformo de ter tido um PC...e agora não me conformo mais ainda pois descobri que fui enganada,que fui passada pra trás apenas por estar em mãos de médicos capitalistas!!!
Chateada é a palavra,pois eu acreditava em tudo que minha GO falava,ela foi um doce comigo os 9 meses,sempre soube que eu queria PN e até achei que ficou com dó de mim quando chorei na frente dela quando ela me disse sobre ter PC...
A questão é que temos que buscar o máximo de informação possível para que não sejamos enganadas...para que nossos sonhos de parto seja realizado...que para quem como eu quer ser índia...que seja índia com orgulho!!!!




Eleonora Fonseca

Obstetra e integrante do  Conselho Médico do BabyCenter
Em primeiro lugar, saiba que você não precisa se preocupar com o grau da placenta ou com essa história de "placenta velha", "envelhecida" ou "calcificada". Nem para os médicos é uma informação muito útil por si só.

Não existem definições seguras e comprovadas sobre o que é normal e o que não é em cada fase da gestação, e sobre o que é prejudicial ou não.

Sozinho, o grau de maturidade não é motivo para adiantar o parto, por exemplo.

Os "graus" da placenta, que aparecem nos laudos das ultrassonografias ao longo da gravidez, são uma classificação para o amadurecimento ou calcificação da placenta.

A placenta é o órgão que cuida da nutrição e da oxigenação do bebê enquanto ele está dentro da sua barriga. Conforme a gravidez avança, ela vai ficando mais "dura" (calcificada), mas esse é um processo normal.

O grau de calcificação vai de 0 a 3 (normalmente escrito em números romanos, I, II ou III). A maior parte (70%) das gestações não chegará ao grau III placentário.

Mas uma placenta de grau III em gestação menor que 34 semanas alerta o obstetra para a possibilidade de o bebê começar a crescer num ritmo menor dentro do útero, e é possível que ele indique repouso e orientações de alimentação para tentar melhorar o crescimento fetal.

Além disso, o obstetra pode preferir fazer ultrassonografias mais frequentes, para acompanhar o desenvolvimento do bebê.

Existe a hipótese de que mulheres com vida muito agitada tenham maior tendência a apresentarem amadurecimento placentário mais precoce, mas não é um fato comprovado.

Há também uma relação que talvez possa tranquilizar você. Estudos mostram que, quanto mais calcificada a placenta, mais maduros estão os pulmões do bebê.

Encare o grau da placenta como um dado técnico. Para o médico, o que vai importar mesmo é o desenvolvimento do bebê dentro da barriga.


http://brasil.babycenter.com/x5800007/devo-me-preocupar-com-o-grau-da-placenta#ixzz2nryOD2qi

12 comentários:

  1. Que merda heim?! Eu ficaria muito enfurecida também... Mas não deixe isso te incomodar mais do que já está, é mais um aprendizado e que bom que compartilhou isso, assim outras mães também ficarão espertas com esse diagnóstico. Bjoss

    ResponderExcluir
  2. amiga quase cai nessa também com 06 meses
    minha placenta já tava no grauII
    ela me proibiu de muitas coisas
    e disse que possivelmente seria um PC
    mais nunca quis
    fui passada para vários médicos que queriam me fazer PC
    no fim parei de ir para esses médicos e fiquei esperando minha bolsa romper
    e rompeu parto normal mais mesmo assim amiga
    não foi uma maravilha não médico negligente
    Graças a Deus minha baby é normal
    com muita saúde.
    linda noite bjs


    Ser Mamãe Pela Segunda Vez
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que tu teve essa atitude...e sua filha veio ao mundo quando ela quis...sem forçar nada...parabéns!

      Excluir
  3. Nice Blog :)

    Wanna follow each other on GFC???
    Just let me know and I will follow back right away

    My Blog: http://beauty-fulll.blogspot.com/2013/12/sheinside-must-haves.html

    ResponderExcluir
  4. Ai Gláucia!
    Vejo tantas amigas mães descobrindo esse tipo de coisa, um bom tempo após o parto...
    Eu me deixei conduzir, não acreditei no meu poder de parir (que TODAS têm) e também tive uma cirurgia desnecessária...
    Hoje busco cada vez mais informação para disseminar entre as amigas, obrigada por partilhar sua indignação.

    bjão!

    ResponderExcluir
  5. Pois é Glau... Infelizmente, fomos "burras" mas eu te digo, que num próximo,eu só tenho cesária, se for realmentee necessario

    ResponderExcluir
  6. A escolha do parto deve ser uma opção da mãe, porém o médico deverá intervir se observar que determinado procedimento não é adequado para a mesma. O meu parto foi programado...cesariana. Sinceramente, não me arrependo de nada!!

    http://vidademaevidadefilho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi! Eu não acho que PC seja tão mau assim! Meu primeiro filho nasceu por PC por iniciar sofrimento fetal após horas de trabalho de parto, eu cheguei mesmo a puxar para ele sair e ele não saiu porque tinha o cordão muito curto enrolado no pescoço. por isso o PC salvou-nos a vida! Depois vieram os gémeos por PC com 36semanas depois de vários dias de cólica renal horrível e passou logo que eles saíram. Por isso para mim o que importa é vê-los ao pé de mim, lindos e saudáveis! Espero ter ajudado com minha opinião.

    ResponderExcluir
  8. Oi! Eu não acho que PC seja tão mau assim! Meu primeiro filho nasceu por PC por iniciar sofrimento fetal após horas de trabalho de parto, eu cheguei mesmo a puxar para ele sair e ele não saiu porque tinha o cordão muito curto enrolado no pescoço. por isso o PC salvou-nos a vida! Depois vieram os gémeos por PC com 36semanas depois de vários dias de cólica renal horrível e passou logo que eles saíram. Por isso para mim o que importa é vê-los ao pé de mim, lindos e saudáveis! Espero ter ajudado com minha opinião.

    ResponderExcluir
  9. Meu Go sabia do meu desejo pelo parto normal. Sempre deixei claro q não agendaria a cesárea: só faria se fosse necessário. Pois bem, em uma US doppler que fizemos no próprio consultório dele por rotina nas 38+3, verificamos uma pressão anormal da artéria cerebral do bebe devido a passagem inadequada de O2.. Ele atribuiu a uma cervical de cordão. Porem pela condição da artéria fizemos a cesárea duas horas depois da consulta: ou seja, não fora agendada, foi emergência mesmo. Ele tbm verificou a placenta bem calcificada mas não deu muita importância. Na HR da cesárea, nenhuma cervical de cordão.. Então atribuimos a placenta que estava muito calcificada.. E de fato: o bebe nasceu sem verniz algum, nem lanugo, os pulmões bastante maduros.. Gracas a Deus o Pagar deu 9-10. Porem vamos acompanhar seu desenvolvimento psicomotor mais de perto..

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Você foi enganada? No seu post não se fala como estava o desenvolvimento fetal. No post da GO o que se afirma e que o 'grau' da placenta não define por si só; mas também que 70% das gestações não chegam ao grau III. Na nossa família houve dois casos de problemas com o bebê sem que houvesse nenhum outro fator a não ser a tal da placenta velha. Quando minha irmã teve o diagnóstico de que a placenta estava com grau II no último trimestre foi uma movimentação generalizada para fazer cesareana o quanto antes. A GO foi bem firme, indicou que deveria ser feita ecografia com mais frequencia; quando se constatou que o bebê havia parado de crescer foi indicada cesárea. O meu sobrinho nasceu muito bem e está bem até hoje.

    ResponderExcluir